Diretrizes para Webmasters do Google

As diretrizes para Webmasters do Google servem para auxiliar o buscador a indexar e classificar os sites. Essas diretrizes destacam algumas práticas ilícitas que podem levar a retirada de sites do índice de pesquisa do Google de forma manual ou por algoritmos de spam e algumas práticas que devem ser seguidas.  Entenda um pouco mais sobre as quatro principais diretrizes do Google:

Diretrizes de design e conteúdo

  • Produza um site com uma hierarquia nítida e links de texto. As páginas devem estar acessíveis a partir de um link estático;
  • Proporcione um sitemap a seus usuários com links para páginas importantes de seu site;
  • Use um número plausível de links por página (recomendado, no máximo 100);
  • Transmita informações claras e objetivas sobre sua empresa através de conteúdos originais;
  • Estude como os usuários pesquisariam para encontrar o seu site/produtos/serviços e determine palavras-chave relevantes para usar nas suas páginas;
  • Utilize title e ALT claros que descrevam as suas imagens.

Diretrizes Técnicas

  • Impeça que o os buscadores tenham dificuldades em localizar o seu site;
  • Permita que os buscadores rastreiem seu site sem que IDs de sessão acompanhem suas trajetórias no site;
  • Verifique se o seu servidor da Web suporta o cabeçalho HTTP If-Modified-Since;
  • Utilize o arquivo robots.txt. Este arquivo auxilia os buscadores a saberem quais páginas e/ou diretórios podem ou não ser rastreados/indexados;
  • Realize testes em seu site para certificar-se que ele aparece adequadamente em todos os navegadores e aparelhos;
    Monitore o tempo de carregamento do seu site e otimize-o para que fique mais rápido.

Diretrizes de Qualidade

  • Produza páginas em seu site pensando principalmente em seus usuários e não apenas nos mecanismos de busca;
  • O mais importante: não engane seus usuários;
  • Não faça truques para melhorar a classificação do seu site nos mecanismos de busca.

Não utilize as seguintes técnicas, consideradas Black Hat, evitando que seu site possa ser penalizado:

  • Geração de conteúdo de forma automática;
  • Troca ou Compra de Links;
  • Criação de página sem conteúdo original ou que agregue valor ao usuário;
  • Uso de links ou textos ocultos;
  • Estratégias de Cloaking;
  • Doorways.

Ainda com dúvidas? Entre em contato com nossos especialistas em marketing digital e descubra como podemos auxiliá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *