Divulgação de loja virtual

O potencial do comércio online pode ser considerado como um mar pouco explorado e esperando para que os “navios” sejam colocados em plenas ondas e, de preferência, “a todo vapor”.

Essa analogia serve para expressar o quão rentável é o e-commerce brasileiro, quando se coloca em relevância o seguinte fato: os internautas estão cada vez mais adaptados a esse modelo de compra que dispensa a locomoção física, no lugar das práticas e rápidas transações online. Segundo dados levantados recentemente, até o final de 2014, o comércio eletrônico nacional deve movimentar 51,3 bilhões de reais.

E é nesse panorama promissor que os empreendedores detêm a oportunidade de se destacar e alcançar excelentes margens de rentabilidade com lojas virtuais. A questão, no entanto, é saber como fazer a divulgação de loja virtual.

No momento da criação do e-commerce, a maioria foca nos aspectos de design, navegação e tecnologia, esquecendo-se de que há um caminho a ser percorrido para conquistar o tráfego qualificado e construir a autoridade da marca na web.

Plano A: Investindo em links patrocinados

As mídias pagas são fundamentais para aumentar o número de visitas à loja e podem prover bons resultados desde a primeira semana de campanha.

Atualmente, os melhores canais para adquirir a publicidade patrocinada são o Facebook Ads e o tradicional Google AdWords. No primeiro, o empreendedor poderá gerar o interesse pela sua marca em grupos segmentados, enquanto o segundo é voltado para divulgar um produto ou serviço específico.

Um ponto crucial, aqui, é a mensuração dos resultados. O empresário precisa acompanhar os relatórios que medem a eficácia da estratégia e fornecem dados pontuais, tais como: volume do tráfego, lucratividade e necessidade de ajustes na campanha.
Tanto no Facebook Ads quanto no Google AdWords é válido fazer a integração de técnicas de retargeting que seguem os “rastros” dos usuários interessados em sua marca na web e fazem a exposição de ofertas relacionadas aos produtos e serviços com maiores chances de aquisição.

Plano B: Seja uma referência em conteúdo

Com o investimento em mídias pagas é chegada a hora de apostar no plano B para impulsionar ainda mais as vendas.

Como a informação é considerada valiosa nos dias atuais, é essencial que o e-commerce possua uma gestão de conteúdo relevante e exclusivo para agregar valor à experiência de compra do internauta. Principalmente, em se tratando de lojas emergentes, é aconselhável que o empresário busque se tornar uma referência em conteúdo.

Ainda nessa etapa de planejamento, as redes sociais também devem ser almejadas como um canal de divulgação de suas publicações e, principalmente, de comunicação direta com os consumidores.

O objetivo deve ser pautado em criar ofertas e informações que possam se transformar em verdadeiros virais. Assim, a loja aumenta as possibilidades de crescer exponencialmente em médio e longo prazo ou até mesmo, se tornar nacionalmente conhecida em um curto período de tempo graças a sua divulgação de loja virtual inteligente.

Uma opinião sobre “Divulgação de loja virtual: como traçar um plano eficaz”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *