Tudo Sobre Conteúdo Duplicado

O conteúdo duplicado é um assunto comum nos bastidores das agências e empresas que focam em SEO. A duplicação de conteúdo está relacionada a plágio, ou seja, a mesma informação disponível para mais de um site, e é isso que veremos a seguir:

O que é conteúdo duplicado?

O conteúdo duplicado é o mesmo conteúdo disponibilizado em mais de uma página na internet, ou seja, nada mais é que a cópia de um conteúdo online. O conteúdo duplicado pode ser interno, ou seja, conteúdo duplicado em um mesmo domínio ou externo, que é o mesmo conteúdo em domínios diferentes.

No quesito SEO, o conteúdo duplicado é prejudicial, pois os buscadores querem oferecer uma boa experiência para seus usuários através de conteúdos originais e diferentes. Desta forma, sites que copiam conteúdo tendem a ter uma posição inferior nos resultados, justamente porque os buscadores realizam uma análise, baseando-se em diversos critérios, para verificar qual conteúdo é o original.

Como saber se possuo Conteúdo Duplicado?

Uma forma de saber se o conteúdo é duplicado, é utilizando a ferramenta Copy Scape. Nela, você apenas fornece a URL do conteúdo publicado e o site identifica se o conteúdo está disponível em outra URL.

Outra solução é digitar uma parte do conteúdo entre aspas no Google, assim o buscador mostrará os resultados idênticos ao texto digitado, e com isso verá quem está duplicando seu conteúdo.

Soluções para o Problema:

Caso tenha seu conteúdo duplicado você poderá denunciar acessando a ferramenta Webmasters do Google. O caso será avaliado e se necessário o site que copiou o conteúdo poderá ser penalizado pelo Google. Vale ressaltar que o conteúdo considerado original é aquele que é publicado primeiro na web, portanto, antes de qualquer ação certifique-se que seu site possui apenas conteúdo original.

Outra forma de resolver este problema, é entrando em contato com o site duplicador pedindo que o conteúdo seja retirado ou que os devidos créditos sejam dados, entretanto, está prática pode ser um pouco complicada quando estamos lidando com concorrentes.

Para duplicações de conteúdos internos, a Canonical Tag pode ser útil.  Esta tag pode ser usada quando há duas URLs que abordam o mesmo conteúdo e ambas precisam existir.  Um exemplo bastante comum é em lojas virtuais, onde o usuário seleciona uma cor diferente e a URL do produto muda, entretanto, o conteúdo da página continua o mesmo. A Canonical Tag servirá para indicar aos buscadores qual é a URL principal e que deve ganhar os méritos de indexação.

Para você utilizar a Canonical Tag você deve informar qual a URL principal inserindo-a no atributo da seguinte forma:

<head>
… (conteúdo do header)
<link rel=”canonical” href=”http://www.seusite.com.br” />
… (conteúdo do header)
</head>

Também é possível, em casos onde não é necessário que as duas URLs existam, a utilização do redirecionamento 301. O redirecionamento 301 faz com que uma URL seja redirecionada automaticamente para outra, passando definitivamente todo o mérito de SEO.

Ainda com dúvidas? Confira nossos serviços de SEO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *