Marketing na Crise - É hora de investir!

Em tempos de crise, o corte de gastos supérfluos é a primeira alternativa de socorro para as empresas que sofrem esse indesejado impacto financeiro. E não é novidade pra ninguém que dentro desse grupo de corte, o marketing e a publicidade em geral são os primeiros descartes.

Mas, será que suspender esses serviços é realmente uma forma de economizar?

A resposta é não. Embora grande parte das empresas o vejam de outra maneira, o marketing, mais especificamente o digital, deixou de ser uma despesa há muito tempo. Hoje é um investimento quase que essencial. Com o crescimento desenfreado da internet e todas as plataformas que ela oferece, uma empresa que quer crescer e se consolidar, precisa estar presente por lá, mas da maneira correta.

O fato de “estar presente” não garante a solução de nenhum tipo de problema e tampouco um retorno financeiro efetivo. É necessário realizar uma estratégia bem definida, elaborada por profissionais capacitados, que saibam analisar, apontar e oferecer as soluções necessárias para o perfil e cenário do cliente.

O marketing digital oferece várias maneiras de mensurar sua eficácia e principalmente, de investir da maneira mais coerente e consciente, essa verba que tanto precisa ser poupada. O mapeamento de resultados é um ponto interessante, pois ele registra os retornos obtidos, as campanhas que geraram um melhor engajamento, e quais delas devem ser eliminadas. É possível também alcançar um público segmentado, ou seja, o público-alvo exato da sua campanha, fazendo com que não haja desperdício de investimento. As duas estratégias viabilizam controles que o marketing tradicional não oferece, pontos extremamente positivos pra quem investe.

Em resumo, tudo depende da maneira que a área de marketing se posiciona e de que tipos de resultados ela apresenta. Se sua empresa gera um lucro, por exemplo, de 50 mil reais, quanto ela lucraria sem essa divulgação online? Quanto sua empresa venderia, se as pessoas não soubessem da existência dela? Você atingiria seu público-alvo de maneira assertiva? Será que cortar esse tipo de investimento que efetivamente gera um retorno, é realmente uma forma de poupar? Quando pensarmos em tirar investimento do digital, estamos proporcionalmente diminuindo nosso faturamento, em um momento onde um faturamento estabilizado é importantíssimo. O fato é que aplicar o marketing digital nos seus negócios é uma atitude semelhante ao processo de uma semente: é preciso escolher e preparar o solo mais adequado, realizar o processo de plantio e posteriormente, dar início ao colhimento dos frutos. Quando eu paro, em algum desses processos, eu simplesmente não chego na parte da colheita.

A grande responsabilidade das empresas de marketing hoje em dia, é conhecer o perfil, produto, serviços e objetivos dos seus clientes para oferecer soluções inteligentes e assertivas. Conhecer ainda melhor o público que ele atende, para que dessa maneira ele possa unir conteúdo, pessoa e momento da maneira correta, e compreender que qualidade não está diretamente relacionada a números.

Num mercado tão competitivo e que nunca para, é preciso ter uma estratégia bem elaborada, um direcionamento preciso e uma ação bem executada. Além de todo respaldo, monitoramento e orientação que os especialistas da área podem oferecer.

Toda crise gera uma oportunidade, é preciso saber aproveitá-la da melhor maneira.

2 opiniões sobre “Marketing na Crise – É hora de investir!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *