4 Conceitos Avançados sobre Palavras-Chave

Embora o Google mantenha os segredos dos seus algoritmos trancados a sete chaves, ao longo dos anos, os especialistas em SEO conseguiram reunir diversas observações para extrair técnicas poderosas de otimização on page que convergem nas melhores posições de ranqueamento.

Compreender tais técnicas é crucial para realizar um excelente trabalho de SEO. Quem domina os conceitos avançados sobre palavras-chave, por exemplo, consegue combinar com efetividade os principais elementos de relevância para manter o site no topo das pesquisas.

#1 – Palavras-chave no conteúdo e nos atributos

Se o site é voltado para um produto ou serviço específico, os motores de busca irão indexá-lo considerando as palavras-chave mais importantes para o internauta durante a pesquisa. Essas palavras devem ser inseridas ao longo do conteúdo do site e também nos campos “tag title” “atributo alt” das imagens.

É importante ressaltar, porém, que mesmo sendo elementos de peso para a otimização do site, a inserção de palavras-chave por si só não terá grande influência no potencial de ranqueamento da página.

#2 – Sinônimos e Variantes

Como os algoritmos do Google estão cada vez mais focados em interpretar a verdadeira intenção do internauta, os sinônimos e variantes de um mesmo termo chave devem ser considerados durante a otimização.

A criação de conteúdo com linguagem natural e variações de um mesmo tema acaba sendo mais efetiva que a utilização de palavras-chaves restritas, já que haverá a adição de um significado semântico mais profundo. Isso também evitará problemas de desambiguação, quando um mesmo termo puder ser interpretado em mais de um contexto.

#3- Indexação baseada em frases

Atualmente, os motores de busca já se baseiam em frases completas para relevância da indexação ao invés de apenas palavras-chave. Como exemplo, pode-se citar uma busca por restaurante em São Paulo. Muitos usuários não irão digitar “restaurante sp”, sendo comum utilizarem “onde almoçar em São Paulo”ou “melhores lugares para se comer em São Paulo”.

Por isso, é válido investir em conjuntos de frases que possam ser pesquisadas pelo internauta, dentro do seu nicho, considerando, novamente, a linguagem natural.

#4- Temas-chave

Palavras-chaves individuais são importantes, mas abordar palavras secundárias que estejam relacionadas ao tema geral do conteúdo ou marca pode fazer a diferença na otimização on page.

Faça previsões de termos embasados no que os usuários podem pensar para descrever o seu produto ou serviço enquanto buscam na internet e utilize essas palavras como apoio dos termos principais. Assim, é possível conectar o seu conteúdo diretamente com o que as pessoas “falam” na caixa de pesquisa.

É importante ressaltar que ao otimizar seu site cada página deve trabalhar uma palavra-chave diferente. Nesse cenário, não devem existir duas páginas diferentes trabalhando palavras-chave iguais.

Dúvidas? Pergunte a um especialista!

melhor-curso-seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *