Tenha uma boa leitura! =)

> Precisa da nossa ajuda? Conheça os serviços da agência de performance digital.

O Facebook ocupa o 1° lugar no ranking das mídias sociais mais populares do Brasil. Sem contar que a empresa é proprietária de outras duas plataformas que conquistaram o público brasileiro, o WhatsApp e o Instagram. O Facebook possui bilhões de usuários no mundo todo. Não é à toa que as empresas vêm investindo, cada vez mais, em estratégias de marketing digital para e-commerce, utilizando o Facebook Ads para atrair visitantes para as lojas virtuais e, com isso, aumentar as oportunidades de vendas. 

Entenda o que é Facebook Ads

Primeiro, você precisa entender que o Facebook Ads é uma plataforma para a veiculação de links patrocinados para e-commerce, ou seja, anúncios pagos que serão exibidos ao público desejado pela empresa. Eles aparecem no feed do público selecionado pela plataforma, com a menção “patrocinado” ou no canto, à direita da página do Facebook. 

É possível usar o gerenciador de anúncios para selecionar as informações básicas inerentes ao público-alvo (gênero, idade, localização geográfica, nível educacional, entre outras características) e, dessa forma, realizar campanhas segmentadas. 

O gerenciador de anúncios, inclusive, possibilita a realização de testes A/B para avaliar qual modelo de anúncio traz resultados mais positivos para o negócio. Este mecanismo do Facebook Ads para e-commerce proporciona mais eficácia às campanhas de links patrocinados, pois é uma ação direcionada ao público certo, consumidores que a empresa deseja atrair para a loja virtual. 

Como criar anúncios relevantes usando o Facebook Ads para e-commerce?

Com o Facebook Ads é possível fazer anúncios em diversos formatos, os quais podem ficar posicionados à direita da página ou no feed de notícias.  Mas, antes de pensar no formato, tenha em mente alguns pontos que potencializam o anúncio: 

  • O visual do anúncio deve ser atrativo e criativo. A qualidade da imagem é o principal elemento para chamar a atenção do público-alvo. Texto é importante, sim, mas deve ser conciso, objetivo, ter palavras-chaves. 
  • A relevância do anúncio é outro ponto essencial, afinal, não vale gastar dinheiro para fazer publicidade de tudo, não é mesmo? Por isso, use o Facebook Ads para anúncios segmentados e alinhados com sua curva ABC para que possam gerar resultados favoráveis aos negócios. 
  • O anúncio precisa ser significativo e valoroso para motivar o público a quer saber mais sobre a oferta. A ideia é atrair visitantes para a loja virtual. Para isso, o anúncio tem que ser convidativo. Exemplo básico: Aproveite o saldão de ofertas, com descontos de até 70%. 
  • Por fim, é essencial incluir o CTA (call-to-action), que é o item que proporciona a conversão (captação de clientes em potencial, mais tráfego para o site e vendas, por exemplo). É o CTA que motiva o público a tomar a decisão que você deseja. Exemplo: ganhe um bônus! 

Com o Facebook Ads é possível publicar variados formatos de links patrocinados para e-commerce. Tudo depende dos recursos disponíveis para a elaboração dos anúncios e dos objetivos da campanha. Veja 10 exemplos: 

1. Cadastro

O objetivo desse tipo de anúncio é captar clientes em potencial. Neste caso, o anúncio tem um CTA convidando o usuário a participar de uma promoção, mas é necessário preencher um cadastro online para obter a oferta. 

2. Coleções

É um formato interessante para o lançamento de uma linha de produtos, coleções de roupas, calçados, acessórios, cosméticos, perfumes, entre outras mercadorias. Sempre com um CTA para direcionar o público ao site. 

3. Eventos

Este é outro recurso atrativo. Patrocinar um evento do e-commerce pode atrair muitas visitas ao site. Pode ser um webinar, a apresentação de um novo catálogo virtual, um evento artístico patrocinado pelo e-commerce, inauguração de um ponto comercial, participação em uma feira de negócios, entre outras ações. 

4. Fotos

A qualidade visual das imagens potencializa o anúncio. Mas é importante que a foto tenha as dimensões definidas pelo Facebook Ads. O conteúdo (texto e outros elementos gráficos) também precisa estar bem distribuído, sem poluição visual. 

5. Loja Física

Para o e-commerce que possui loja física, vale a pena fazer anúncios, que serão exibidos às pessoas que estiverem próximas ao endereço. Isto é possível pelo cruzamento de dados relativos à localização geográfica do negócio e do público-alvo. 

6. Ofertas

Os anúncios de ofertas no Facebook Ads podem ser um anúncio de oferta online ou na loja física. Eles aparecem no feed de notícias. Em ambos os casos, o próprio Facebook notifica o público-alvo a não perder o prazo da oferta. 

7. Post impulsionado

É um conteúdo que pode ter mais texto, link direcionando o usuário a conhecer o conteúdo completo, além de material visual para ilustrar o post. Tem um alcance muito maior!

8. Remarketing

O Facebook Ads, como explicamos, possibilita a segmentação da campanha de links patrocinados. Isto é importante para ações de remarketing, ou seja, a exibição periódica de anúncios ao público que teve algum contato com o negócio ou interesses correlatos.  O objetivo é marcar presença na mente do cliente. 

9. Variedade

No mesmo link patrocinado é possível criar um anúncio para promover diversos conteúdos ao mesmo tempo. O usuário escolhe em qual imagem clicará, sendo direcionado à página do conteúdo desejado. 

10. Vídeos

Os anúncios em vídeo atraem a atenção do público. Produção e edição caprichadas e conteúdo envolvente são dois requisitos essenciais para motivar o engajamento (comentários, compartilhamento, visitas ao site). 

Custa caro investir em Facebook Ads?

O gerenciador de anúncios do Facebook Ads possibilita o controle diário da campanha. É possível definir o valor do investimento diário e o prazo da campanha. Uma empresa pode optar em gastar R$ 550,00 ao dia e outra, por dispor de mais recursos financeiros, investir R$ 1000,00, diariamente. O valor, por si só, não garante o sucesso da campanha. O que proporciona resultados mais eficazes é o planejamento de marketing digital para e-commerce. 

De qualquer forma, é importante saber que o valor do Facebook Ads é calculado de acordo com a opção de cobrança selecionada: Custo por Mil Visualizações (CPM) ou Custo por Clique. O CPM é mais indicado para anúncios que serão exibidos no feed do público-alvo, com foco em ações de branding. Se a opção for a publicação de anúncios no lado direito da página do Facebook, com foco em conversão, é recomendável escolher o CPC. Daí a importância de fazer os Testes A/B tanto em relação ao formato e conteúdo do mesmo anúncio quanto à forma de cobrança do link patrocinado para avaliar qual modelo proporcionou melhores resultados ao e-commerce. 

Conclusão

Existem muitos caminhos para turbinar os negócios utilizando o Facebook Ads. O que não deve ser feito é um trabalho sem planejamento nem conhecimento técnico sobre a plataforma. Para obter o retorno desejado com o investimento, o Facebook Ads deve fazer parte de um plano estratégico de marketing digital para e-commerce e não uma tática isolada, sem metas, controle e monitoramento. 

Por isso, compensa consultar uma agência de Facebook Ads para e-commerce. Conheça os serviços prestados pela MZclick Agência de Marketing Digital.

Aumentar a taxa de conversão