A influência do engajamento social sobre as compras

Se no início, as redes sociais serviam apenas como o local de centralização de defensores ou acusadores das marcas, agora elas se transformaram em valiosas ferramentas de engajamento na hora do consumidor tomar sua decisão de compra.
Mas, como esse engajamento nas mídias sociais influencia o comportamento de compra? Qual a importância dessa ação?

Através de algumas pesquisas realizadas em 2013, a Forrester Consulting selecionou algumas marcas como exemplos e analisou como os usuários utilizam as redes sociais para estarem em contato com elas. Os resultados mostraram que consumidores que regularmente interagem com as marcas nas mídias sociais, tendem a ser clientes melhores. 71% dos clientes engajados por mídias sociais com um restaurante de lanches rápidos preferem essa mesma rede em questão em relação a restaurantes semelhantes, contra 47% dos clientes não engajados. Assim como 75% dos clientes engajados provavelmente realizaram alguma compra no restaurante nos últimos 12 meses, contra 66% dos clientes não engajados.

Esses seguidores costumam seguir o ciclo de vida do cliente de 4 fases:

1) Descobrem a empresa e seus produtos ou serviços;
2) Se informam se o que ela oferece é adequado para eles;
3) Adquirem esse produto ou serviço;
4) Se tornam engajados com ela;

Antigamente o funil de vendas passava por etapas fixas: partindo do conhecimento do produto e terminando com sua aquisição. Hoje, os consumidores estão atualizados sobre os seus interesses, seguem as páginas referentes a essas empresas, e com isso acabam criando uma espécie de relacionamento com esses fornecedores. Logo, não se trata mais de apenas uma compra, mas de um relacionamento que em breve – através de novidades – poderá gerar outras aquisições.

Ainda sobre a pesquisa da Forrester, 1/3 dos usuários das redes sociais – engajados com uma determinada marca – afirmam ter descoberto novos produtos através de postagens nas redes sociais, e 41% através de anúncios nesses mesmos locais.

No quesito “como explorar e pesquisar marcas ou produtos”, as redes sociais (usadas por 37% dos usuários pesquisados) ficaram em segundo lugar, perdendo apenas para os mecanismos de pesquisa como Google e Yahoo (usados por 40%).

A diferença de 3% ainda permanece, quando o assunto é “website versus redes sociais”. 55% dos entrevistados afirmaram se atualizar por meio dos websites das marcas, e chegando próximo, 52% disseram se informar através das mídias sociais.
Diante desses dois cenários percebemos que as mídias sociais vêm se aproximando cada vez mais dos mecanismos de buscas e dos sites como a principal porta de entrada de informações sobre uma marca, o que deixa claro que esses consumidores desejam engajamento social e elas precisam atender esse requisito.

O ponto principal disso tudo, é perceber que os usuários engajados diariamente com uma marca nas mídias sociais, tendem a realizar duas vezes mais compras do que os engajados mensalmente, e pensando no ciclo de vida de cliente de quatro fases, é que as marcas poderão planejar detalhadamente como interagir com os consumidores.

Vale ressaltar que um bom planejamento assertivo pode transformá-los em clientes valiosos, e clientes valiosos não são apenas aqueles que adquirem os seus produtos fielmente, mas os que incentivam outras pessoas a fazerem o mesmo.

E você? Tem se preocupado com as suas mídias sociais? Seus clientes são engajados com a sua marca? Precisa de ajuda com seu projeto? Fale com a MZclick!
[rev_slider cta-planejamento]

relacionamento-ferramentas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *