Fake News e seu impacto nas Redes Sociais

Diariamente somos alvos de notícias já que muita informação tem circulado todos os dias na internet, principalmente devido às ações de marketing digital aplicadas nas estratégias de produção de conteúdo para atingir seus públicos-alvo. Infelizmente, longe de ser um problema restrito aos canais de veiculação de notícias ou jornalistas, é uma questão que envolve todo o profissional produtor de conteúdo para a realidade digital: mudanças no algoritmo da plataforma, informações confidenciais vazadas e fake news se tornaram os principais problemas que o Facebook vem enfrentado recentemente.

O que são Fake News?

Para quem não sabe, as famosas fake news são, basicamente, notícias e anúncios falsos criados com diversos fins; os menos problemáticos, geram apenas um boato engraçado ou nos piores casos atacam diretamente a credibilidade de uma empresa ou alguém. A tendência sensacionalista que as fake news carregam potencializam esse efeito dominó muitas vezes, com pouco ou nenhum investimento, o conteúdo mentiroso atinge milhares de pessoas.

Fake News no Brasil

Um grande exemplo do poder das fake news pode ser observado com a epidemia de febre amarela e casos confirmados da doença: é de consenso geral que o pânico foi causado devido a grande quantidade de informações falsas que foram compartilhadas na redes sociais. O principal reflexo dessas fake news foi o extermínio de macacos por um boato errôneo que eles eram os vetores da febre amarela e que matá-los seria a solução para o problema.

Impacto nas Redes Sociais

As chamadas fake news são uma pedra no sapato de muitas empresas que têm como papel a produção de conteúdo com seriedade, pois a credibilidade das informações compartilhadas têm sido deixada de lado apenas por quem publica e não a verdadeira fonte em si, prejudicando e muito a criação de conteúdo relevante.
Hoje, é importantíssimo que as agências de marketing digital tenham ainda mais responsabilidade e profissionalismo na hora de redigir e gerar conteúdo seja ele orgânico ou patrocinado.
As novas tendências das ações de marketing e estratégia digital têm foco principal nas ações de marketing de conteúdo. Nessa busca de conteúdos redigidos com seriedade é comum a contratação empresas especializadas em produção de conteúdo ou instalação de um setor dentro da própria empresa. Em ambas, há profissionais sérios para o trabalho que buscam fontes seguras para validar e fundamenta as informações divulgadas com credibilidade.

• Desconfie das notícias sensacionalistas: fake news utilizam-se de uma manchetes polêmicas para incentivar um compartilhamento desatento;
• Verifique a veracidade da manchete: verificar em mais de um site ajuda a identificar a veracidade das informações compartilhadas;
• A credibilidade não é apenas da pessoa que compartilhou: mesmo que seja por algum familiar ou amigo de confiança não é fator de credibilidade da notícia;
• Cheque a fonte: veja a fonte original da notícia e se aparece em mais de um lugar.

Embora o objetivo de grande parte das ações de marketing digital seja criar campanhas e conteúdos que tragam engajamento e tenham ampla visibilidade pelos usuários, a problemática se dá, no entanto, quando um conteúdo está inserido num padrão de estrutura comunicativa e promove-se por meio da distorção de fatos, disseminação de notícias, informações falsas e de caráter sensacionalista.

Cabe, portanto, a nós profissionais de marketing assumirmos uma postura de consciência no momento de produção de conteúdos para o meio digital, gerando pautas com credibilidade e relevância. Combater a propagação de fake news depende da colaboração de todos e é essencial para um marketing e conteúdos digitais de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *