Guerra de Preços: você está fazendo isso certo?

O processo de determinar o preço de um produto a ser vendido, vai muito além de apenas estipular alguns reais a mais sobre o valor que você pagou por ele.
É preciso levar em consideração os seus custos, sua margem, seu estoque e também os seus concorrentes.

Muitas vezes você se esforça, exprime sua margem, e basta você baixar um pouquinho o seu preço, para que seu concorrente faça a mesma coisa com os produtos dele.

Na internet parece que as coisas são ainda mais difíceis! As pessoas entram e saem das lojas em poucos cliques, sem precisar dar a velha desculpa de estar apenas “dando uma olhadinha” quando querem pesquisar o preço, e diferente da loja física, você não tem a oportunidade de realizar uma abordagem direta e tentar induzi-la a realizar a compra naquele momento. Ou seja, o que vale são os números!

Então nos fazemos a seguinte pergunta: até que ponto é possível entrar em uma guerra de preços sem sair no prejuízo?

Vender um produto com baixo preço, visando apenas que ele seja mais barato do que o do seu concorrente, possivelmente fará com que você feche no vermelho todos os meses. Contudo, se você conseguir mostrar ao seu cliente o verdadeiro valor (e não estamos falando de preço) do seu produto, você com certeza o ganhará em outras compras.

O cliente fiel é aquele que busca muito mais do que o menor preço! Ele preza por atendimento, qualidade, pontualidade na entrega e muitos outros fatores.
Ganhar o cliente pelo preço baixo é bom, mas ganhá-lo pela excelência dos seus serviços é ainda melhor, pois as chances desse cliente voltar à sua loja e recomendá-la é muito grande, e a possibilidade de conquistar novos clientes através disso, é maior ainda.

“Então, eu posso manter meus produtos com preços muito maiores do que os meus concorrentes, que as pessoas continuarão comprando na minha loja?”

Não! É importante conhecer os preços dos seus concorrentes, suas condições de pagamento e outras especificações, como frete ou política de troca, por exemplo.
Os seus preços devem estar na média do mercado e as condições de pagamento não podem ser inferiores comparadas com as dos seus concorrentes.
Quanto mais condições de compra você oferecer, mais chances de atrair mais clientes!

Determinar o preço de um produto não é apenas colocar um valor a mais do que o valor pago. Essa tarefa exige planejamento, conhecimento e muita estratégia!
E não se culpe se esse recurso não der certo de primeira, o mercado muda constantemente e nós devemos estar prontos para acompanhar suas mudanças.
[rev_slider cta-relacionamento]

quanto-custa-marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *