Vendas-Mobile-A-Dependência-dos-Consumidores-de-Smartphones

Se 4 entre 10 pessoas preferem ficar sem água e energia elétrica, do que sem smartphones, podemos considerar o quão poderosa é a internet e tudo que ela oferece.

Embora o número represente menos da metade das pessoas, ele assusta, afinal, do outro lado da balança encontramos dois elementos vitais de sobrevivência, e ainda assim há quem os dispensem só para estar conectado, segundo dados da pesquisa Hábitos.

É evidente que o uso de smartphones e as vendas mobile alteraram o comportamento do consumidor. Se antes eles compravam o produto que mais aparecia na televisão, hoje, – o consumidor que em razão dessa evolução, ficou bem mais informado – pensa, pesquisa, compara e leva em conta as mais diversas informações antes de escolher definitivamente.

O estudo Our Mobile Planet, desenvolvido pelo Google, estimou no ano passado que quase 40% dos usuários de smartphones realizam compras através do dispositivo e 91% busca informações a respeito desse produto ou serviço, antes de adquiri-lo. Além de 93% de anúncios criados para smartphones serem visualizados, uma vez que o consumidor passa bastante parte do seu tempo conectado ao telefone móvel.

No aspecto psicológico, identifica-se um outro ponto positivo. O consumidor adepto ao uso dos smartphones de maneira assídua, antes mesmo de levantar da cama pela manhã, costuma checar suas redes sociais. Um gancho, por exemplo, para receber um anúncio sobre uma nova padaria que serve café da manhã. Bem como a usuária que assiste a novela conectada e rapidamente realiza uma pesquisa sobre onde encontrar o vestido semelhante ao da protagonista, além de diversas outras situações diárias que nos induzem à recorrer aos smartphones para nos auxiliar a localizar um objeto de consumo.

Nesse cenário de vendas mobile, o poder de alcance que os smartphones oferecem às marcas e produtos é gritante, por essa razão, é necessário planejar e executar uma boa estratégia, de maneira que ela atinja de maneira assertiva quem está do outro lado da mini tela. Fazer com que sua empresa esteja presente 24 horas por dia – a qualquer momento que seu potencial cliente possa estar online -, apresentar um conteúdo dinâmico e assertivo, já que é um cenário de consumo rápido, e principalmente aproveitar o espaço que as redes sociais oferecem para interagir e criar uma boa relação com cada um deles.


[rev_slider cta-cliente-fiel]

quanto-custa-marketing

Uma opinião sobre “Vendas Mobile – A Dependência dos Consumidores de Smartphones”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *