Conceito de Usabilidade e Conversão: Entenda a Relação

Templates complexos, arquitetura de informação confusa, elementos visuais desnecessários, páginas pesadas … Esses são apenas alguns dos equívocos cometidos no momento da criação de um e-commerce, blog ou site institucional por quem não compreende, a fundo, as estratégias de otimização que envolvem o conceito de usabilidade.

O problema é que, ao ignorar a importância da usabilidade no contexto do SEO, a consequência negativa e, evidentemente, indesejável para qualquer empresa, acaba por acontecer: redução nas taxas de conversão.

Para entender como o conceito de usabilidade influencia na conversão, acompanhe algumas estatísticas:

Abandono da página e rejeição

Pesquisas apontam que 40% dos internautas abandonam uma página na web quando ela demora mais de três segundos para carregar. Paralelo a isso, aumenta-se o bounce rate, na seguinte proporção: o número de usuários que abandonam a página dobra se o carregamento demorar mais de 4 segundos e aumenta em até 150%, caso a demora for superior a 8 segundos.

Usabilidade e responsividade

Entre os usuários de dispositivos móveis, 46% afirmaram ter dificuldades de interação com páginas na web, enquanto 44% fizeram reclamações sobre navegações pesadas e difíceis.

Os entrevistados ainda relataram o seguinte: se ao visitarem um site de negócios que não funciona bem no seu celular, eles entendem que a companhia não está preocupada com o consumidor.

Entendendo as estatísticas na prática

No mercado norte-americano as taxas de conversão em e-commerces atingem até 17%, enquanto no e-commerce brasileiro não ultrapassam a margem de 3%. Mas, por que isso ocorre?

Indiscutivelmente, há inúmeras causas econômicas relacionadas, no entanto, o conceito de usabilidade é um dos principais fatores responsáveis por essa discrepância na comparação das taxas norte-americanas e brasileiras.

Em suma, usabilidade pode ser definida como: facilidade de navegação e compreensão do que está sendo apresentado na página. Partindo disso, é fácil concluir que usabilidade está intrinsicamente ligada à interação do internauta com as interfaces.

Se o Google Analytics estiver demonstrando déficits de interação em quaisquer páginas, as reduções nas taxas de conversões, ou mesmo porcentagens estáticas – que não se elevam − pode ser um resultado natural de um site com pouca usabilidade. Fique atento!

Aqui temos um artigo sobre os 6 Problemas de Acessibilidade em um Site, vai ajudar a complementar sobre  o conceito de usabilidade.

Dúvidas? Pergunte a um especialista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *