Criação de Conteúdo

Embora muitos empreendedores acreditem na máxima “vender tudo para todos”, diversos estudos já comprovaram a ineficácia dessa tática, capaz de colocar em risco a sobrevivência da empresa.

Por isso, é aconselhável estabelecer um mercado alvo e aplicar essa mesma ideia na criação de conteúdo para o blog ou site institucional, norteando as estratégias de publicação de acordo com uma segmentação de perfis.

Em uma definição sucinta, a segmentação de perfil tem como intuito descobrir os objetivos de consumo e o comportamento de compra do seu público-alvo. A título de exemplo, se a empresa for uma concessionária, ela pode identificar que os usuários costumam tirar dúvidas sobre financiamento antes de realizar a compra. Com essa informação, ela pode iniciar a criação de conteúdo esclarecendo dúvidas sobre as opções de financiamento ou como escolher o financiamento ideal, por exemplo.

Pesquisa da jornada de compra

O primeiro passo para identificar os perfis é “mapear” a jornada de compra dos seus clientes. Ao descobrir as necessidades de consumidores em cada estágio, fica fácil detectar os eventuais entraves que podem levá-los a desistir da compra.

A partir disso, o planejamento do conteúdo deve focar o provimento das soluções para os entraves desses clientes. Um artigo, guest post ou até mesmo um vídeo pode esclarecer dúvidas relacionadas à marca, produto ou serviço, específico.

Em alguns casos é indicado, inclusive, realizar entrevistas pontuais com consumidores disponíveis para fornecer determinadas informações, tais como: principais canais que ele busca (blogs, revistas, mídias sociais), temas de interesse, quais conteúdos prefere (vídeos ou textos) e outros detalhes relacionados à importância do produto, serviço ou marca na vida do consumidor.

Solucionando o maior número de dúvidas possíveis

Para entender realmente o comportamento dos usuários, é fundamental abordar todas as etapas de compra, inclusive quando as primeiras buscas são realizadas e então as primeiras dúvidas surgem. Isso porque, em cada etapa, é importante que sua marca se torne presente tirando as dúvidas comuns, para que então ela seja considerada no momento da compra final.

Se o foco for o público B2B, é crucial considerar se o potencial consumidor detém o controle na tomada de decisão ou se precisa repassar informações para hierarquias mais altas, provando o valor da sua marca para diretores e presidentes, por exemplo. Aqui, a criação de templates de apresentação torna-se o diferencial para desbloquear essa barreira de transposição do conteúdo.

Por fim, no momento de planejamento do material é válido criar um briefing com base nas respostas das entrevistas. Lembre-se de que, o propósito do conteúdo é sanar o máximo de dúvidas possíveis para alcançar a tão cobiçada relevância perante o público.

[rev_slider cta-planejamento]


quanto-custa-marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *