IOT - A Internet das Coisas

A internet, como conhecemos, tende a sofrer uma mudança importante. Observando alguns cases e estudos, conseguimos perceber que existe uma linha muito tênue envolvendo o mundo físico e o mundo digital.

O próximo passo pode estar relacionado aos objetos conectados digitalmente, um conceito conhecido como “internet das coisas” (IOT). Nessa transição, a interação de nossos corpos e/ou nossos bens com esses objetos, irão personalizar nossas experiências – em tempo real – adaptando nossas compras, lazer, trabalho, entre outras atividades.

“Eu jamais aceitaria um aparelho conectado ao meu corpo 24 horas por dia.” Se você pensou nessa frase, comece jogando seu celular no lixo! Apesar do celular não ser um exemplo exato de IOT, ele é uma prova de que as pessoas estão, de algum forma, dispostas a estarem conectadas com o mundo digital/Fisital (Físico + Digital).

Perceba como seu padrão de compra mudou! Quantas tarefas você realiza por celular? Como você pesquisa os preços de um determinado produto, atualmente? Quanto tempo extra essa ferramenta consegue gerar?

Um outra pergunta interessante: O que você faz com seu tempo? Você tem o aproveitado da melhor maneira? Caso não tenha certeza, procure entender um pouco mais sobre tempo exponencial.

A verdade é que, nosso ativo mais valioso, o tempo, será ainda mais valorizado e o IOT poderá ser responsável por um aumento significativo em nossa qualidade de vida e produtividade.

Dicas para iniciar um investimento em IOT e/ou Fisital

  • Não deixe de investir em suas instalações atuais para focar recursos em inovações digitais;
  • O maior obstáculo ao adotar estratégias de fusão (físico-digital) não é o ceticismo sobre suas promessas, mas sim, a inexperiência na sua execução;
  • O principal segredo, é investir em capacitação;
  • Com avanço da tecnologia, diferenciais competitivos podem ser rapidamente copiados. É fundamental que as empresas fiquem atentas as ondas e migrem rapidamente para não serem ultrapassadas;
  • Desenvolver parcerias com outras empresas integrando produtos e serviços com tecnologia, por exemplo: Nike+ e Apple;
  • Separar as equipes a partir de seus setores, pode dar o foco necessário para um desenvolvimento pleno e uma integração centrada nos desejos dos clientes. A Disney, por exemplo, criou uma equipe especial para tocar seu projeto de fisital com 1000 funcionários;
  • Não basta nomear um CDO, é fundamental que o CEO e membros da alta cúpula, se engajem com conceitos inovadores e tecnológicos. Através de cursos, treinamentos, contratações de pensadores tecnológicos para o conselho e experimentação da tecnologia que seus clientes utilizam atualmente ou que irão utilizar no futuro.

A internet evoluiu rapidamente e se tornou muito mais do que uma rede. Ela foi além e se tornou um mundo digital que tem ligações ao nosso mundo físico. Em um futuro próximo, teremos acesso à roupas inteligentes que se adaptem às características da temperatura natural, poderemos receber uma chamada vídeo através dos óculos de sol. E a ideia é que, cada vez mais, o mundo físico e o digital se tornem um só.

Abaixo você poderá conferir alguns vídeos que te ajudarão a compreender melhor este assunto.

IOT

Fisital – Exemplo de experiência envolvendo físico e digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *