Inbound Commerce - Conceito e Aplicação

Existem diversas ações que podem ser realizadas em uma loja virtual com o intuito de aumentar as vendas e, consequentemente, o faturamento.

Em um cenário onde o consumidor preza cada vez mais por um bom atendimento, agilidade nos processos, suporte proativo, produtos/serviços de ótima qualidade, entre outras características, esse público costumar dar preferência para empresas as quais eles admiram ou recebem indicações de consumidores satisfeitos.

Nos últimos anos, uma estratégia de atração de clientes tem ganhado destaque em meio aos profissionais de comunicação e marketing, o Inbound Marketing.

Nesse artigo, falaremos sobre uma das mais importantes estratégias de marketing digital para e-commerces, o Inbound Commerce. Além de apresentarmos o conceito, o objetivo é mostrar a aplicação dessa estratégia e sua relação com o Inbound Marketing.

Inbound Commerce | O que é?

O Inbound Commerce, de modo geral, é uma variação do Inbound Marketing, ou seja, é uma estratégia na qual se utiliza a metodologia inbound no cenário dos comércios eletrônicos.

Diferente das formas tradicionais de captação de clientes, o inbound tem como premissa a captação de leads, a conversão desses leads em clientes e por fim, sua fidelização, através da criação de um relacionamento forte. Esses potenciais clientes devem ser nutridos a base de conteúdos relevantes e de seu interesse.

O Inbound Commerce apresenta uma terceira possibilidade para os leads que não realizaram a compra, nessa etapa, a ideia é convertê-los em compradores.

Inbound Commerce | O Processo

Veja o exemplo:
Uma loja de artigos esportivos possui um blog onde posta dicas de uso, produtos e acessórios para a prática de esportes e atividades físicas em geral.
A loja trabalha o conteúdo de seu blog de modo que leve o tráfego para seu e-commerce. Os usuários que chegaram até a loja, vindos do blog, foram até lá com algum interesse (reconhecimento do problema), muitos desses usuários visualizaram produtos da loja (consideração das opções) mas apenas uma pequena parte, realizou a compra (decisão).

Como pudemos observar no exemplo acima, apenas uma pequena parcela dos usuários
concluíram a compra. O que fazer com os usuários que não finalizaram processo?

Uma pesquisa realizada em 2015 pela Experian Marketing Services, concluiu que somente 1,65% dos visitantes de uma loja virtual concluem a compra. É nesse momento que Inbound Commerce deve entrar em ação, não só para para fidelizar esse 1,65%, mas também converter em clientes os outros 98,35%.

Um fator fundamental para o sucesso da estratégia, é entender as etapas do processo de compra:

1 – Reconhecimento do problema;
2 – Consideração das opções;
3 – Decisão.

Tendo em mente essas etapas do processo de compra, é necessário realizar o monitoramento desses usuários e para isso é permitido utilizar o Google Analytics, ou ferramentas similares. Assim, é possível identificar em qual etapa do processo de compra o usuário está, para que o mesmo seja nutrido com conteúdos relevantes, condizentes com as suas necessidades neste momento.

Inbound Commerce | Dicas de Aplicação

Veja algumas dicas para seu projeto de Inbound no seu e-commerce:

Crie um Blog

Aumente o tráfego qualificado para seu comércio eletrônico através da produção de conteúdo relevante sobre seu mercado de atuação.

Crie Landing Pages

Após levar tráfego para seu site – através do blog ou mídias sociais, por exemplo – você precisa converter esses usuários em leads; essa é a finalidade das Landing Pages.
As landing pages são páginas criadas com o objetivo de ofertar conteúdos relevantes, que sejam do interesse do usuário que navega em sua loja, e em troca desse conteúdo, o usuário preenche um formulário com alguns dados pessoais.

Envie E-mail Marketing

O e-mail marketing também é uma das ferramentas fundamentais no processo. Munido das informações dos leads, coletadas anteriormente através das landing pages, é possível enviar e-mails para esses contatos.
Contudo, antes de sair disparando e-mails marketing é preciso se atentar a:

  • Entender em qual etapa do processo de compra o lead está;
  • Entender quais produtos/serviços/assuntos o lead tem demonstrado interesse;
  • Definir uma frequência equilibrada de envios;
  • Usar uma ferramenta profissional de disparo de e-mail marketing, para evitar que os mesmos sejam considerados SPAM.

De modo geral, a ideia do Inbound Commerce é atrair visitantes para a loja virtual, convertê-los em leads, posteriormente em clientes e depois fidelizá-los. E a base de toda essa estratégia é o relacionamento, através dos conteúdos (artigos, vídeos, aulas, promoções, etc.) que serão disponibilizados periodicamente.

[rev_slider cta-relacionamento]

quanto-custa-marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *